Digite o assunto que precisa em nosso blog




terça-feira

Primeira Leitura do dia 12/08/2014 - 3ª-feira da 19ª Semana Tempo Comum

1ª Leitura - Ez 2,8-3,4
Ele fez-me comer o rolo,
e era doce como mel em minha boca.

Leitura da Profecia de Ezequiel 2,8-3,4

Assim fala o Senhor: 

8'Quanto a ti, Filho do homem, escuta o que eu te digo:
Não sejas rebelde como esse bando de rebeldes.
Abre a boca e come o que eu te vou dar'.
9Eu olhei e vi uma mão estendida para mim
e, na mão, um livro enrolado.
Desenrolou-o diante de mim;
estava escrito na frente e no verso
e nele havia cantos fúnebres, lamentações e ais. 

3,1Ele me disse:
'Filho do homem, come o que tens diante de ti!
Come este rolo e vai falar aos filhos de Israel'.
2Eu abri a boca, e ele fez-me comer o rolo.
3Depois disse-me:
'Filho do homem, alimenta teu ventre
e sacia as entranhas com este rolo que eu te dou'.
Eu o comi, e era doce como mel em minha boca.
4Ele disse-me então:
'Filho do homem, vai!
Dirige-te à casa de Israel
e fala-lhes com as minhas palavras'.
Palavra do Senhor.

Salmo do dia 12/08/2014 - 3ª-feira da 19ª Semana Tempo Comum

Salmo - Sl 118,14. 24. 72. 103. 111. 131 (R.103a)

R. Como é doce ao paladar vossa palavra, ó Senhor!

14Seguindo vossa lei me rejubilo *
muito mais do que em todas as riquezas.R.

24Minha alegria é a vossa Aliança, *
meus conselheiros são os vossos mandamentos.R.

72A lei de vossa boca, para mim, *
vale mais do que milhões em ouro e prata.R.

103Como é doce ao paladar vossa palavra, *
muito mais doce do que o mel na minha boca!R.

111Vossa palavra é minha herança para sempre, *
porque ela é que me alegra o coração!R.

131Abro a boca e aspiro largamente, *
pois estou ávido de vossos mandamentos.R.

Evangelho do dia 12/08/2014 - 3ª-feira da 19ª Semana Tempo Comum

Evangelho - Mt 18,1-5.10.12-14
Não desprezeis nenhum desses pequeninos.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 18,1-5.10.12-14

Naquele tempo: 

1Os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram:
'Quem é o maior no Reino dos Céus?'
2Jesus chamou uma criança, colocou-a no meio deles
3e disse: 'Em verdade vos digo,
se não vos converterdes, e não vos tornardes como crianças,
não entrareis no Reino dos Céus.
4Quem se faz pequeno como esta criança,
esse é o maior no Reino dos Céus.
5E quem recebe em meu nome uma criança como esta,
é a mim que recebe.
10Não desprezeis nenhum desses pequeninos,
pois eu vos digo que os seus anjos nos céus
vêem sem cessar a face do meu Pai que está nos céus.
12Que vos parece?
Se um homem tem cem ovelhas, e uma delas se perde,
não deixa ele as noventa e nove nas montanhas,
para procurar aquela que se perdeu?
13Em verdade vos digo, se ele a encontrar,
ficará mais feliz com ela,
do que com as noventa e nove que não se perderam.
14Do mesmo modo, o Pai que está nos céus
não deseja que se perca nenhum desses pequeninos.
Palavra da Salvação.

Reflexão do Evangelho do dia - 12/08/2014 - 3ª-feira da 19ª Semana Tempo Comum

Reflexão - Mt 18, 1-5.10.12-14

A nossa vida é constantemente condicionada pelos valores e costumes da sociedade e nós temos a tendência de querer levar os valores do mundo para a Igreja e até mesmo para o Reino de Deus. Entre esses valores do mundo que nos influenciam, podemos citar a hierarquização e a competitividade no dia a dia, que fazem com que haja sempre entre nós um clima de disputa e de busca de superioridade em relação às outras pessoas. 

É esse clima o principal responsável por muitos mal estares na vida da comunidade. São os valores evangélicos que devem transformar o mundo e não os valores do mundo que devem transformar a Igreja.

São João Berchmans - Santo do dia - 12/08

João nasceu em 12 de março 1599, em Diest, uma pequena cidade localizada no Flandre, Bélgica. O modesto curtidor de peles e sapateiro Carlos Berchmans era seu pai. A sua mãe era Isabel, uma das filhas do líder daquele povoado. O casal, muito católico, esmerou-se na criação não só de João, mas também dos outros quatro filhos.

Filho amoroso, irmão amável e companheiro caridoso, amava os estudos demonstrando muita sabedoria e inteligência desde a infância. Em 1609, sua mãe foi acometida de uma incurável e lenta doença. Seu pai enviou João, com os irmãos, para o internato dos padres premostratenses, onde a sua imensa capacidade para o aprendizado, principalmente de idiomas, aflorou. E, extremado devoto de Jesus e da Virgem Maria, ali decidiu que seria um sacerdote, iniciando seus estudos eclesiásticos.

Em 1612, quase teve de abandonar tudo para aprender uma profissão, pois seu pai, por problemas financeiros, não poderia mais pagar-lhe os estudos. Mas com a ajuda inicial de alguns familiares, que sabiam do seu grande potencial, João ficou. Entretanto ele também se mobilizou para estudar na Escola Grande de Malines: conseguiu ingressar na casa do cônego superior-geral, onde trabalhava como seu camareiro e instrutor de alguns jovens da nobreza, dos quais esse cônego era o orientador espiritual.

Depois, ainda em Malines, foi estudar retórica no Colégio dos Jesuítas, em 1615. Na ocasião, lendo a biografia de são Luiz Gonzaga, percebeu que Deus queria que ele abraçasse o carisma da Companhia de Jesus no seu sacerdócio. Dedicou-se ao extremo nos estudos, avançando cada vez mais na vida espiritual, pela caridade, oração e penitência, ingressando na Congregação Mariana. Seus mestres diziam-se impressionados, pois não havia melhor exemplo do que ele.

As notícias que chegavam da Inglaterra, sobre a perseguição contra os jesuítas, não o desanimaram, completando o noviciado em 1618. No ano seguinte, foi para Roma, onde estudou filosofia e teologia, e lá se destacou como um religioso com "odor de santidade". O que João mais almejava na vida era poder viver na companhia de Jesus, para ingressar na glória de Cristo na vida eterna. Para isto, viveu sem nunca ter transgredido um só de seus ensinamentos. O jovem João foi acometido de grave e repentina febre que o levou à morte em apenas seis dias, no dia 13 de agosto de 1621, em Roma. O seu corpo repousa na igreja de Santo Inácio de Loyola, em Roma, Itália. Mas a relíquia do seu coração é venerada na igreja dos Jesuítas em Louvin, Bélgica.

Embora algumas localidades o celebrem em 26 de novembro, a sua festa foi determinada, pelo papa Leão XIII, quando o canonizou, em 1888, para ocorrer dia de sua morte. São João Berchmans foi declarado "Padroeiro da Juventude Estudantil" por seu modelo de vida no seguimento de Cristo, por sua incondicional devoção a Nossa Senhora e pelo amor que dedicou aos estudos.

sábado

Primeira Leitura do dia 12/07/2014 - Sábado da 14ª Semana do Tempo Comum - Ano A

1ª Leitura - Is 6,1-8
Sou apenas um homem de lábios impuros,
mas eu vi com meus olhos o rei, 
o Senhor dos exércitos.
Leitura do Livro do Profeta Isaías 6,1-8

1No ano da morte do rei Ozias, 

vi o Senhor sentado num trono de grande altura; 

o seu manto estendia-se pelo templo. 
2Havia Serafins de pé a seu lado; 

cada um tinha seis asas, 

duas cobriam-lhes o rosto, 

duas, os pés e, com duas, eles podiam voar. 
3Eles exclamavam uns para os outros: 

'Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos; 

toda a terra está repleta de sua glória'. 
4Ao clamor dessas vozes, 

começaram a tremer as portas em seus gonzos 

e o templo encheu-se de fumaça. 
5Disse eu então: 

'Ai de mim, estou perdido! 

Sou apenas um homem de lábios impuros, 

mas eu vi com meus olhos o rei, 

o Senhor dos exércitos'. 
6Nisto, um dos serafins voou para mim, 

tendo na mão uma brasa, 

que retirara do altar com uma tenaz, 
7e tocou minha boca, dizendo: 

'Assim que isto tocou teus lábios, 

desapareceu tua culpa, 

e teu pecado está perdoado'. 
8Ouvi a voz do Senhor que dizia: 

'Quem enviarei? Quem irá por nós?' 

Eu respondi: 'Aqui estou! Envia-me'. 

Palavra do Senhor. 

Salmo do dia 12/07/2014 - Sábado da 14ª Semana Tempo Comum - Ano A

Salmo - Sl 92, 1ab. 1c-2. 5 (R.1a)
R. Reina o Senhor, revestiu-se de esplendor.

Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia

1aDeus é Rei e se vestiu de majestade,*
1brevestiu-se de poder e de esplendor!R.
1cVós firmastes o universo inabalável,
2vós firmastes vosso trono desde a origem,*
desde sempre, ó Senhor, vós existis!R.
5Verdadeiros são os vossos testemunhos, 
refulge a santidade em vossa casa,*
refulge a santidade em vossa casa,*
refulge a santidade em vossa casa,*
pelos séculos dos séculos, Senhor!R.

Evangelho do dia 12/07/2014 - Sábado da 14ª Semana do Tempo Comum - Ano A

Evangelho - Mt 10,24-33
Não tenhais medo daqueles que matam o corpo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 10,24-33
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 
24O discípulo não está acima do mestre,

nem o servo acima do seu senhor. 
25Para o discípulo, basta ser como o seu mestre, 

e para o servo, ser como o seu senhor.

Se ao dono da casa eles chamaram de Belzebu,

quanto mais aos seus familiares! 
26Não tenhais medo deles,

pois nada há de encoberto que não seja revelado,

e nada há de escondido que não seja conhecido. 
27O que vos digo na escuridão, dizei-o à luz do dia;

o que escutais ao pé do ouvido, proclamai-o sobre os telhados! 
28Nóo tenhais medo daqueles que matam o corpo,

mas não podem matar a alma!

Pelo contrário,

temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno! 
29Não se vendem dois pardais por algumas moedas?

No entanto, nenhum deles cai no chão

sem o consentimento do vosso Pai. 
30Quanto a vós,

até os cabelos da cabeça estão todos contados. 
31Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais. 
32Portanto, todo aquele 

que se declarar a meu favor diante dos homens,

também eu me declararei em favor dele

diante do meu Pai que está nos céus. 
33Aquele, porém, que me negar diante dos homens,

também eu o negarei diante do meu Pai que está nos céus.

Palavra da Salvação.